Segunda-feira , 11 de Julho DE 2011

Grande momento de Bock N'Roll no Optimus Alive'11!

Ricky Wilson, vocalista dos Kaiser Chiefs, saiu do palco, passou a correr pelos seguranças e saltou para dentro de uma barraca da Super Bock para tirar uma imperial. Eis um momento com sabor autêntico! 

 

 

 





publicado por Lugares Mesmo Comuns às 17:01
Quinta-feira , 07 de Julho DE 2011

Poupar nem sempre é ganhar

Às vezes, é preciso saber investir.

Saiba como em  http://www.ustravel.org/news/press-releases/new-study-proves-tourism-promotion-campaigns-increase-visitation.

 

Isabel Lourenço 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 14:29
Quinta-feira , 19 de Maio DE 2011

Invasão Alentejana

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 15:25
Sexta-feira , 15 de Abril DE 2011

McDonald’s Portugal entre as melhores “Escolas de Líderes”

 

Segundo o estudo “Best Companies for Leadership Portugal”, desenvolvido pela consultora de gestão internacional Hay Group , a McDonald’s Portugal é uma das melhores empresas nacionais em Gestão de Talento e Desenvolvimento de Liderança.

 

Este estudo, divulgado esta semana, já vai na sua 2.ª edição e contou com a participação de cerca de 70 das maiores empresas nacionais. A McDonald’s Portugal está no “top 10”, como uma das empresas mais bem sucedidas no desenvolvimento dos seus quadros de gestão.

 

Esta semana, foram também divulgados os resultados do estudo “As 100 Empresas mais reputadas de Portugal”, da RepTrak Pulse 2011  para Portugal, promovido pelo Reputation Institute. A McDonald’s também integra este ranking, ocupando a 62.ª posição. O Rep Trak Pulse 2011 é um estudo anual realizado pelo Reputation Institute e que visa apurar as 600 empresas mais reputadas, a nível mundial. Em Portugal, foram analisadas 160 empresas que representam 20 sectores de atividade económica.

Os resultados destes estudos vêm reforçar o posicionamento da McDonald’s Portugal, uma empresa com gestão 100 por cento portuguesa e com uma forte liderança em Portugal.


Conheça aqui a história da McDonald’s em Portugal. 

 

 

 

Carla Dias

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 17:49
Terça-feira , 15 de Março DE 2011

McDonald’s convida consumidores a visitar o fornecedor de carne de vaca

 

 

Hoje, 15 de Março, celebra-se o “Dia Mundial dos Direitos do Consumidor” e a McDonald’s não poderia deixar de assinalar esta data com os seus consumidores.

Por isso, um grupo de 20 pessoas encontra-se, hoje, a visitar o fornecedor OSI Food Solutions, em Toledo, Espanha, para testemunhar, in loco, o rigor com que se fazem os hambúrgueres 100% carne de vaca.

 

Esta viagem decorre no âmbito da iniciativa “Auditores da Qualidade”, criada em 2010, na qual a McDonald’s Portugal convida os consumidores a saber mais sobre a origem dos seus hambúrgueres. Até ao momento (espantem-se!), cerca de cem consumidores já visitaram o fornecedor de carne de vaca.

 

À semelhança dos anos anteriores, a McDonald’s assinala também esta data através da publicação dos “Direitos do Consumidor McDonald’s”, criados com o objectivo de divulgar a qualidade dos ingredientes e o rigor dos procedimentos da marca.

 

É consumidor McDonald’s e quer saber mais sobre os seus direitos? Então, visite www.qualidademcdonalds.com ou espreite a edição de hoje dos jornais Público e Diário Económico.

 

 

 

Rita Neves

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 15:06
Segunda-feira , 07 de Março DE 2011

Reclamações nas redes sociais


Os protestos já não ficam fechadas no livro de reclamações. O consumidor tem hoje, através das redes sociais, um enorme megafone à sua disposição. Consegue exprimir a sua insatisfação junto de todos os seus conhecidos e das comunidades online a que pertence, consegue encontrar outros consumidores descontentes e fazer com que as suas críticas ganhem eco. Consegue, eventualmente criar uma comunidade de descontentes, sem barreiras geográficas, e ter uma actuação concertada, viral. A escala e velocidade a que isto pode suceder são vertiginosas.

E nenhuma marca está imune. Mas é claro que marcas fortes, que apostam proactivamente no envolvimento com os seus públicos, estão mais protegidas. Uma comunicação relevante e cativante – dentro e fora das redes - evita que uma eventual comunicação negativa belisque a reputação da marca. As empresas que se mostrarem atentas, próximas e prestáveis face aos comentários dos seus consumidores têm nas redes sociais óptimas oportunidades de reforçar a confiança e a afinidade dos consumidores

 

Joana Machado

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 13:19
Sexta-feira , 04 de Março DE 2011

Boas notícias sabem sempre bem…

 

 

 

…ainda para mais quando significam  integrar o top10 do ranking da Fortune das 50 empresas mais admiradas a nível de reputação.

 

Parabéns Coca-Cola e McDonald’s!

 

 

Vanessa Correia Marques

 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 18:01
Segunda-feira , 21 de Fevereiro DE 2011

Facebook já é nome próprio

 

Facebook Jamal Ibrahim. É este o nome do primeiro bebé que transforma a rede social em nome próprio. Segundo o pai, um cidadão egípcio, esta foi uma forma de prestar homenagem à importância desempenhada pelo Facebook como forma de protesto e resistência a Mubarak. A notícia original, publicada no jornal egípcio Al-Arham e traduzida pelo TechCrunch, pode ser lida aqui.

 

Vanessa Correia Marques

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 16:21
Sexta-feira , 18 de Fevereiro DE 2011

Por uma boa Ca(u)sa

 

Preencher a declaração do IRS pode, também, ser uma boa acção. Sem qualquer custo acrescido, é possível doar 0,5% à Fundação Infantil Ronald McDonald (FIRM) e ajudar as crianças da Casa Ronald McDonald de Lisboa, bem como contribuir para a construção da segunda Casa Ronald McDonald nacional, que irá prestar apoio às crianças em tratamento prolongado no Hospital São João do Porto. Basta colocar, no Anexo H (Benefícios Fiscais e Deduções) do Modelo 3, o número de contribuinte 504 916 904 da FIRM e ajudar a construir sorrisos.

 

Abra as portas a esta ideia e declare a sua vontade de ajudar.

Vanessa Correia Marques

 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 17:55
Terça-feira , 01 de Fevereiro DE 2011

NYT quer matar o mensageiro

 

Ouço o António Granado comentar na Antena 1 que o New York Times está a estudar um sistema de submissão anónima de documentos. A ideia é criar a sua própria plataforma WikiLeaks. Cidadãos enviam documentos de alguma forma comprometedores, a plataforma garante encriptação sem registo de informação pessoal, e o jornal depois selecciona o material, avalia, confere, investiga e, eventualmente, publica uma história. Como media que é, o NYT parece querer dispensar outro mediador. Este, aliás, trouxe vários desconfortos.

A Al Jazeera já tinha dado um passo neste sentido, este mês, criando a Unidade de Transparência, que já recebeu centenas de documentos

confidenciais sobre o conflito israelo-árabe. Se outros títulos da imprensa internacional de referência seguirem a tendência, estaremos perante um novo paradigma de jornalismo. A New Yorker fala em “corrida ao armamento jornalístico para armas de denúncia maciça.”

Podemos falar de Cloud Journalism. É um novo modelo de abastecimento e produção jornalística, que ultrapassa o âmbito do jornalismo de cidadão. Numa altura em que empresas e particulares passaram a ser clientes do chamado Cloud Computing, acedendo a software ou espaço de servidor como quem acede à electricidade, também os media podem passar a virtualizar a sua rede de correspondentes e fontes.

 

Joana Machado

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 15:06
Como contratar uma Agência de Comunicação

arquivo

subscrever feeds

tags

Contactos

LPMCOM

Lugares Mesmo Sociais

Facebook Lugares Mesmo Comuns Twitter Lugares Mesmo Comuns
 
Youtube Lugares Mesmo Comuns Flickr Lugares Mesmo Comuns