Pois que danço e vou a festas, mas continuo deprimida




 

Uma mulher canadiana a quem foi diagnosticada uma depressão estava há ano e meio sem trabalhar e a receber uma pensão de uma seguradora. Mas tudo mudou quando pôs fotografias suas no Facebook, onde aparecia toda sorridente, na praia e em festas com amigos. A seguradora cortou-lhe a pensão, alegando que parecia estar curada dos sintomas depressivos. Ela diz que não, que continua deprimida e que estava a seguir ordens médicas. Pois, pois...


Conselho para quem quer enganar a seguradora mas manter o perfil do Facebook actualizado: Vá à festa, sim, mas munida de um kit depressão - manta ou robe felpudo, pijama aos ursinhos, do género oferecido pela tia no Natal passado. Vão ficar óptimos nas fotografias. Um lenço de papel amorfanhado na mão. Não se esqueça do ar pesaroso, ranhoso e choroso e esqueça a maquilhagem: sim, rímel e blush incluídos. O cabelo desgrenhado, ou mal apanhado com uma mola, deverá ser equacionado.


Sandra Silva

tags:
publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:37