Publicitário de bata branca e pipeta em riste

 

Os consumidores prestam cada vez menos atenção à publicidade, de tão distraídos que estão com os sms e os milhares de apelos da Internet. Para contrariar a tendência, a empresa de publicidade DDB acaba de anunciar o recrutamento de um cientista para desenvolver técnicas que ajudem os anúncios a serem memoráveis - recordados pelos consumidores o máximo de tempo possível, de acordo com a edição de hoje do Diário Económico.

 

A agência, que pertence ao grupo Omnicom, pretende melhorar o lado emocional da publicidade que tende a ser sobrevalorizado em detrimento das mensagens ou das coisas mais racionais. "A principal motivação passa por ter alguém num espaço que possa ser aberto a discussão sobre os novos métodos científicos como o que significa a percepção do cérebro para a publicidade", segundo o cientista-publicitário.

 

Em termos de marketing a agência já ganhou. Afinal que marcas não vão querer publicitar os seus produtos através de anúncios feitos com rigor científico?


 Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:52