Sobre a transparência

 




A revista Wired juntamente com a organização MAPLight.org, criaram uma ferramenta online para consultar a origem e o valor dos donativos doados a membros eleitos do Senado e da Casa dos Representantes dos EUA.

 

A ferramenta é simples de utilizar. Basta escolher um estado, um dos representantes eleitos, qual a câmara, e imediatamente temos os dados sobre quais as empresas, pessoas, organizações e lóbis que contribuem com mais dinheiro. O senador John McCain, por exemplo, é o campeão de donativos com 18 milhões de dólares recebidos.

 

Outra das ferramentas do Influence Tracker é saber que contribuições foram doadas por quem em alturas próximas de votações que lhes diziam respeito. Isto permite ver qual o sentido de voto de cada membro das duas câmaras e se de alguma forma receberam um donativo de forma a influenciar o seu voto positivo ou negativo.

 

A segunda maior democracia do mundo, depois da Índia, dá assim o exemplo em dois pontos:

 

- Os lóbis fazem parte do processo legislativo, tornando este processo claro e transparente

 

- os cidadãos têm à sua disposição ferramentas e dados para melhor compreender e analisar o percurso dos membros eleitos

 

 

A nível nacional, aconselho a visita ao sítio da Assembleia da República, muito completo – http://www.parlamento.pt/– com informações sobre os grupos parlamentares, comissões, deputados, etc.

 

Uma forma de estarmos informados sobre a actividade dos membros eleitos pelo nosso círculo eleitoral no centro legislativo português, a Assembleia da República.

 
André Mendes

tags:
publicado por Lugares Mesmo Comuns às 16:56