Sexta-feira , 31 de Julho DE 2009

Ouvido no elevador

 

 

"Se tivermos os pés bem assentes na Terra, os resultados caem do Céu".

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 10:49
Quinta-feira , 30 de Julho DE 2009

E para aguçar o apetite...

... aqui está a primeira Chocolate.

 

 





 

Ana Martins

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 16:51

Encanto africano




 

Nós bem dissemos que ia haver festa. O evento de apresentação da Chocolate em Portugal decorreu ontem à noite, no BBC, em Lisboa, e foi uma festa com a alegria, as cores e os sons vibrantes de Angola! Após dois anos de sucesso naquele país, a revista mensal Chocolate, destinada ao público feminino, chega às bancas portuguesas já a partir de Agosto, editada pelo Grupo MediaNova.


Com uma tiragem inicial de 10 mil exemplares e uma equipa editorial repartida entre Luanda e Lisboa, sob a direcção de Sofia Costa e de Lara Pereira da Silva, respectivamente, a Chocolate tem uma edição única, distribuída nos dois países. A revista destina-se, fundamentalmente, à mulher angolana residente em Portugal, mas também à mulher portuguesa, que se interessa pelo universo feminino angolano.


 

Ana Martins

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 16:47

Conversa a olhar para a parede

 

"O João Duarte anda a pescar na LPM."

"A sério? Veio cá buscar alguém?"

"Não, faz 2 links de seguida à Ana Martins e ao Rodrigo Saraiva".

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 10:18

Um novo poder no 35?

 

Já conhecemos a cara, isto é, o logotipo, dos nossos novos vizinhos do "35". Que a sorte proteja os nextpoderosos.

 

JP

tags:
publicado por Lugares Mesmo Comuns às 10:13
Quarta-feira , 29 de Julho DE 2009

A influência também se mede assim...

... nas pequenas coisas. Nada como emprestar a caneta certa ao colega certo e esperar.  Depois do episódio do saco, continuo a marcar pontos.
 



 

 

Sandra Silva

tags: ,
publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:45

Quem ainda não descobriu o porquê das iluminações na Rua do Ouro?

Recordam-se de termos perguntado porque estava a Rua do Ouro a ser iluminada quando o Natal ainda não chegou e as Festas de Lisboa já acabaram? Pois bem, o “grande responsável” é Carmelo Giammello! Este brilhante cenógrafo criou um “planetário”, em plena Rua do Ouro, com 33 constelações compostas por 11.550 lâmpadas, mais de 23 mil metros de cabos eléctricos, 330 caixilhos de alumínio e 561 metros de tubos fluorescentes.

 

São 2970m2 de céu estrelado que caracterizam o “Planetário de Giammello”,  uma das múltiplas iniciativas do Festival dos Oceanos que este ano celebra o Ano Internacional da Astronomia. 

 

Esta obra pertence ao Festival LUCI d’Artista, onde foi apresentada pela primeira vez em 1998, e está dependente de uma solicitação oficial entre o Turismo de Lisboa e a Câmara de Turim – Itália.

 

Ao contrário do que Rui Veloso diz… Há estrelas no céu!




 


Carla Bulhões

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 10:52
Terça-feira , 28 de Julho DE 2009

As Férias e as Ideias

Anda-se tão bem na 2.ª Circular. O carro desliza, na embraiagem nem se mexe. Não há tempo para ler o que está nos outdoors, só se abranda por causa dos radares e depressa se chega a todo o lado.

Cheira a Verão!

Vamos comprar um livro – para ler na praia! É melhor dois, não vá o primeiro ser vazio. À décima página, o calor torra e manda ir molhar os pés. Nunca tiveram uma ideia à beira-mar? Não daquelas tipo “agora apetecia-me uns caracóis e uma Super Bock” ou “podia comprar uma bicicleta de dois lugares para não termos que vir de carro”. Mais daquelas como “vou criar um blogue sobre a defesa dos mosquitos” ou “também não era mal pensado tirar uma fotografia àqueles canteiros coloridos com cadeiras incorporadas no Terreiro do Paço e concorrer a uma World qualquer coisa Photo desta vida”. Tem graça como nos permitimos pensar na mais absurda das coisas quando estamos de férias. Como se não o pudéssemos fazer na outra parte do nosso tempo. Será que as melhores ideias de Comunicação surgem de pensamentos muito razoáveis? E se experimentarmos ter ideias a partir de pensamentos absurdos? Melhor, se interpretarmos um problema pensando em soluções ao contrário? Algumas respostas estão no livro “Whatever you think, think the opposite”, de Paul Arden. Tem piada. Inspira e não significa que regressamos das férias de pernas para o ar. Não necessariamente…

 





 

Ana Martins

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 15:15

Não só não estamos de férias...

... como vamos hoje à inauguração do FUSO - Anual de Vídeo Arte Internacional de Lisboa, a partir das 19 horas, no espaço BES Arte & Finança.

 

Programado pelo director do Museu Colecção Berardo, Jean-François Chougnet, e Elsa Aleluia, com a associação de outros reconhecidos programadores de vídeo-arte, como Sérgio Edelsztein, Alain Fleischer, Dominique Païni e Tom Van Vliet, o FUSO apresenta obras raramente exibidas em Portugal.

 

Até 31 de Agosto, passam, neste espaço do Marquês de Pombal, vídeos de autores portugueses, como Helena Almeida, Filipa César, Pedro Barateiro ou João Onofre. A entrada é gratuita.



 

Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 12:42

Conversa a olhar para a parede

 

“Deus teve ontem um grande dia”.
“Sim, foi importante para a sua carreira aquele debate de 4 horas dos bloguistas com o Primeiro-Ministro”.
“Não, meu caro. O importante mesmo foi ter sido linkado no blog do Salvador”.

 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 10:51
Como contratar uma Agência de Comunicação

arquivo

subscrever feeds

tags

Contactos

LPMCOM

Lugares Mesmo Sociais

Facebook Lugares Mesmo Comuns Twitter Lugares Mesmo Comuns
 
Youtube Lugares Mesmo Comuns Flickr Lugares Mesmo Comuns