Quarta-feira , 27 de Outubro DE 2010

Sobre a transparência

 




A revista Wired juntamente com a organização MAPLight.org, criaram uma ferramenta online para consultar a origem e o valor dos donativos doados a membros eleitos do Senado e da Casa dos Representantes dos EUA.

 

A ferramenta é simples de utilizar. Basta escolher um estado, um dos representantes eleitos, qual a câmara, e imediatamente temos os dados sobre quais as empresas, pessoas, organizações e lóbis que contribuem com mais dinheiro. O senador John McCain, por exemplo, é o campeão de donativos com 18 milhões de dólares recebidos.

 

Outra das ferramentas do Influence Tracker é saber que contribuições foram doadas por quem em alturas próximas de votações que lhes diziam respeito. Isto permite ver qual o sentido de voto de cada membro das duas câmaras e se de alguma forma receberam um donativo de forma a influenciar o seu voto positivo ou negativo.

 

A segunda maior democracia do mundo, depois da Índia, dá assim o exemplo em dois pontos:

 

- Os lóbis fazem parte do processo legislativo, tornando este processo claro e transparente

 

- os cidadãos têm à sua disposição ferramentas e dados para melhor compreender e analisar o percurso dos membros eleitos

 

 

A nível nacional, aconselho a visita ao sítio da Assembleia da República, muito completo – http://www.parlamento.pt/– com informações sobre os grupos parlamentares, comissões, deputados, etc.

 

Uma forma de estarmos informados sobre a actividade dos membros eleitos pelo nosso círculo eleitoral no centro legislativo português, a Assembleia da República.

 
André Mendes

tags:
publicado por Lugares Mesmo Comuns às 16:56
Terça-feira , 26 de Outubro DE 2010

Ainda o efeito Obama(?)

Os EUA lideram o mundo em termos de imagem global, pelo segundo ano consecutivo, de acordo com o Nation Brands Index (NBI), da GfK Custom Research América do Norte. A análise, que mediu a popularidade,  como marca, de 50 países, revela bem os efeitos que a crise tem no marketing.

 

Daí que os países da Sul da Europa tenham sido os mais afectados: Espanha deixou o top ten, Itália foi ultrapassada pelo Canadá e França foi ultrapassada pela Alemanha. Já os EUA, explica Simon Anholt, fundador do NBI, "deram em 2009 um salto significante na sua posição, passando para nação de topo, estimulados pela eleição do Presidente Obama".

 

O que não deixa de ser curioso, até porque a denominada crise do subprime começou nos Estados Unidos, onde colossos e emblemas do sistema financeiro mundial, como o Lehman Brothers ou o Bear Stearns, colapsaram. Onde o desemprego disparou, o valor das hipotecas também, onde há uma franja imensa da população que não tem acesso ao ensino superior ou a cuidados de saúde básicos.

 

Nos países, como nas marcas, é tudo uma questão de posicionamento? De liderança, reputação, influência, imagem, good speech e merchandising?


 Sandra Silva

tags:
publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:26
Sexta-feira , 22 de Outubro DE 2010

New look, old style

 

Este nosso blogue mudou de visual. Depois da nova identidade corporativa da LPM:Comunicação, do seu novo site, e do relançamento do Lugares Comuns, já só faltávamos nós.

Numa época de grande sofisticação nas tecnologias de informação e comunicação, optámos por um arcaísmo. Esta uma ilustração remete para um “back to basics” da comunicação:

A tecnologia, de tão acessível, deixa de se fazer sentir. É como o ar que se respira.  Até na blogosfera e redes sociais parece haver um regresso ao one-to-one. Cada vez mais se impõe o desafio, o paradoxo, de um  one-to-one  – informal e intimista – mas de alcance global. É o que todos querem.  Na era em que a informação dá a volta ao globo e chega a milhões em meio segundo, cada destinatário exige ser tratado de forma única. Como o nosso amigo na outra ponta da linha, com a lata encostada ao ouvido.

 

Joana Machado

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 17:19
Segunda-feira , 18 de Outubro DE 2010

Ajudar é tão simples: 10ª edição da campanha McSorriso em prol de uma boa Ca(u)sa

De 22 a 24 de Outubro, os 131 restaurantes McDonald’s realizam mais uma edição da campanha McSorriso, em  prol da Fundação Infantil Ronald McDonald (FIRM). O objectivo é colaborar com a construção da segunda Casa Ronald McDonald nacional, que irá dar apoio às crianças internadas ou em tratamento ambulatório no Hospital de São João, no Porto.

 

A verba angariada irá contribuir também para continuar a garantir a sustentabilidade da Casa Ronald McDonald de Lisboa a cumprir a sua missão: ser a “Casa Longe de Casa” para as famílias mais necessitadas, vindas de longe, que procuram no Hospital D. Estefânia, em Lisboa, cuidados de saúde para as suas crianças.

 

Desde a sua inauguração, em Junho de 2008, a Casa Ronald McDonald em Lisboa já acolheu mais de 170 famílias de Portugal Continental, Madeira e Açores.

 

Para colaborar, basta dirigir-se ao restaurante McDonald’s mais perto de si nestas datas. Por cada McMenu vendido, 0,25 € revertem a favor desta Ca(u)sa.  Faça com que mais alguém também possa ter uma “Happy Meal”J

 

Aproveite, e fique a conhecer melhor o projecto através do site da FIRM ou via Facebook.

 

Vanessa Correia Marques

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 17:26
Sexta-feira , 15 de Outubro DE 2010

Um dia diferente, fora do escritório

 

Hoje, cerca de 400 colaboradores de empresas vão ter um dia de trabalho diferente. Por um dia, vão participar no projecto GIRO, a maior acção de voluntariado empresarial em Portugal, uma iniciativa do GRACE – Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial [www.grace.pt].

 

381 voluntários, 32 empresas envolvidas, intervenções em oito associações de base local, de cariz solidário e sem fins lucrativos da Alta de Lisboa. Esta é a primeira acção de rua da 5ª edição do GIRO, um projecto que tem como principal objectivo a melhoria da qualidade de vida de grupos em risco, enquadrados em zonas socialmente deprimidas ou em instituições de acolhimento, através de acções de requalificação e criação de espaços comunitários.

 

Desde 2006, data da primeira edição, foram mais de 1500 os voluntários que participaram no projecto, beneficiando cerca de 7000 pessoas em todo o país.

 

Para a semana há mais, no Porto e no Algarve. E com essas duas acções, no norte e no sul do país, termina o “mês do voluntariado GIRO”, marcando a diferença na vida de muitos.

 
Teresa Nunes

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:29

Também tu Mário?

E ainda por cima estás aqui mesmo ao lado?

Tá feito. À hora de almoço vou aí dar-te um abraço.

 

 Gonçalo Santos

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 10:08
Quinta-feira , 14 de Outubro DE 2010

Pontos a ter em conta:

Estamos em contagem decrescente:

É daqui a um par de horas que tudo começa:

juntamos os colaboradores da LPM e apresentamos a novidade:

a nossa nova imagem.

Amanhã novos momentos:

apresentamos a imagem ao mercado;

lançamos o site;

com sorte, somos notícia.

Tudo em pulgas, também, com outra estreia:

o relançamento do Lugares Comuns, o blogue que o nosso boss fundou.

E, ao fim da tarde, tornamo-nos patrocinador de um bar aberto:

O já célebre PR After Work.

O convite aqui fica:

Meninos do Rio, a partir das 18:30.

Profissionais da Comunicação, Marketing, Publicidade e afins:

Não faltem!

 

Joana Machado

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 16:44
Quinta-feira , 07 de Outubro DE 2010

Este mês a LPM inicia o seu 25.º ano de actividade

 

Foi em Outubro de 1986, mais precisamente dia 3, que a LPM realizou a primeira iniciativa pública para um Cliente: um gabinete de imprensa para o Salão Internacional de Filatelia. Convencionámos essa como a data de fundação da LPM. Não havia ainda registo notarial da empresa (fundar uma empresa era, naquele tempo, coisa demorada). Não havia ainda escritórios (a sala 18 do Fórum Picoas foi cedida para o efeito). Mas havia Cliente - os CTT/TLP - e, portanto, passou a haver a LPM Comunicação. Somos uma consultora de Clientes: são eles que nos fundam e dão razão de ser.

 

Foi o arranque, não só da consultora, mas de todo um novo mercado de Conselho em Comunicação. De então para agora, a LPM passou a realizar várias iniciativas destas por mês, por semana, por dia.

Registo de empresa? Somos reconhecidos pelo IAPMEI como PME Excelência. Escritórios? Somos a empresa do sector que mais colaboradores emprega e a área das nossas instalações ultrapassa os mil metros quadrados. Mas, então como hoje, somos LPM Comunicação – líder e referência do mercado – graças aos nossos Clientes. 80 Clientes. Excelentes Clientes.

 

Dá vontade de começar já a comemorar.

tags:
publicado por Lugares Mesmo Comuns às 18:46
Como contratar uma Agência de Comunicação

arquivo

subscrever feeds

tags

Contactos

LPMCOM

Lugares Mesmo Sociais

Facebook Lugares Mesmo Comuns Twitter Lugares Mesmo Comuns
 
Youtube Lugares Mesmo Comuns Flickr Lugares Mesmo Comuns