Investigadores premiados por técnica inovadora para transplante de tecidos

O Banco de Tecidos do Centro de Histocompatibilidade do Sul, em Lisboa, recebe hoje o prémio Hospital do Futuro pela sua técnica inovadora, e única a nível mundial, de preparação e processamento de membrana amniótica para transplantação em doentes com queimaduras graves ou malformações, e com aplicação noutras áreas médicas, desenvolvida. O procedimento garante uma recuperação completa, sem  rejeição imunológica.


Desenvolvida pela investigadora Teresa Ramos, a técnica pode ser aplicada em áreas médicas diversas e é já rotina no Banco de Tecidos. Os investigadores do Centro de Histocompatibilidade do Sul trabalham neste projecto há cerca de dois anos e meio, contando já com vários casos de sucesso entre os transplantes realizados.


A cerimónia de entrega do prémio acontece segunda-feira, pelas 15 horas, na Universidade Católica, no auditório Cardeal Medeiros.

 

Parabéns!

 


Sandra Silva

 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 13:30