Afinal é isso que vendemos



 

Chamaram-me agora a atenção para dois textos de um jornalista do Jornal de Negócios. Está escrito (no twitter):


«Há um blogue de uma agência de comunicação, que falando a uma única voz, mas com várias assinaturas, faz lembrar coisa de c. central». «Sendo que lá também consta o culto da personalidade do líder, tão típico de regimes que não trazem nenhuma saudade.»


Se estas bocas se referem à LPM, constituem um elogio à nossa cultura empresarial e à capacidade de sermos muitos a falar a uma voz. Ora, cultura empresarial e disciplina de comunicação são coisas que vendemos aos nossos Clientes. Ainda bem que se praticam por cá.


Posto isto, parece-me óbvio que estamos tramados com o Jornal de Negócios. É que o jornalista em causa é o que acompanha a actividade do nosso sector. Nem os 23 anos de influência nos safam...
 

 Sandra Silva

 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 16:15