Os nossos amigos Rápidos, Pontuais e…

 

 

 

Na cerimónia de entrega das estatuetas às PME Excelência (primeiro acto público do “novo” ministro da Economia) tivemos o grato prazer de encontrar um dos mais antigos e mais importantes fornecedores da LPM.

 

Trata-se da empresa gráfica RPO, de Renato Santos, à qual nos ligam laços duradouros e fortes.

 

Sem a RPO, muitos projectos editoriais dos clientes da LPM não teriam visto a luz do dia – pelo menos com idênticas condições de qualidade, de prazo e de preço.

 

A dada altura, à medida que aumentavam os projectos de edições sob contrato, foi decidido criar uma empresa dedicada em exclusiva a este negócio, mas, mesmo assim, as relações com a RPO continuaram as melhores e cada vez mais eficientes.

 

Ficamos muito satisfeitos por ver que um dos nossos principais fornecedores continua a ter um desempenho económico-financeiro de tal maneira interessante que lhe garante os indicadores necessários para o Estatuto de PME Excelência.

 

É sinal de que, pelo menos da nossa parte, temos acertado condições realistas e duplamente satisfatórios.

 

Ainda bem que é assim. 

João Paixão

 

PS: Neste momento de felicitar o Renato Santos e todos os colaboradores da RPO, não resisto a tornar pública uma "piada de caserna" da LPM. O que significam as iniciais RPO?

Fácil, quer dizer Rápidos, Pontuais e Onestos.

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 10:26