Como os estrangeiros nos vêem

Para quem não teve oportunidade de ver, está aqui a reportagem de Cândida Pinto: Os portugueses e a liberdade (SIC/Visão/GfK). A reter, duas perspectivas fundamentais de estrangeiros a viver em Portugal, como nos vêem.


Richard Zimmler: “Guiar a 180 km/h; beber uísque e conduzir; copiar nos exames…é considerado inteligência, esperteza. Ter a liberdade de desviar, fazer tudo para não obedecer às regras. E nos EUA não é assim.”


Karen Bright: “O país ter meritocracia. Então, os que têm talento poderem subir, além das origens. Acho que isso ainda não acontece cá, infelizmente.”

 

Alexandra Queiroz

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 08:03