Segunda-feira , 12 de Julho DE 2010

“Oriente-Ocidente” no Oriente

 


No âmbito dos concertos de Verão, o Museu do Oriente sugere um concerto onde o Oriente e o Ocidente se fundem num recital de piano e erhu (violino chinês), interpretado pela portuguesa Joana Gama e pela chinesa Betti Xiang.

 

Betti Xiang toca peças tradicionais chinesas, bem como clássicos da música moderna do país.

Joana Gama interpreta duas peças de compositores contemporâneos, Carlos Marecos e Luís Tinoco. 

 

“Oriente-Ocidente, espectáculo  a não perder no dia 23 de Julho, 21h30.



Isabel Carriço

 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 15:43
Quarta-feira , 07 de Julho DE 2010

Ana Laíns apresenta ao vivo temas do novo álbum

A fadista Ana Laíns sobe ao palco da Feira de Artesanato do Estoril, onde apresenta temas do novo álbum Quatro Caminhos, no dia 9 de Julho, às 21h30.

 

O novo disco conta com a produção e direcção musical de Diogo Clemente e participação de Amélia Muge, Manuel David e Filipe Raposo, entre outros. Segundo a artista, que recentemente gravou um single ao lado da estrela pop britânica, Boy George, o espectáculo “é um concerto misto de emoções e caminhos. Uma viagem ao universo de cariz português que vai dar ao fado tradicional, ao cancioneiro, proporcionando momentos onde se comprova a universalidade da música portuguesa.”

 

Na noite de Sábado, dia 10 de Julho, actua o grupo Raízes. A sua sonoridade é definida como uma cumplicidade melódica entre a origem do Flamenco e a génese do Fado.

 

O Paca’s Banda é o grupo que garante animar a noite de Domingo. O repertório é baseado, sobretudo, no soul, funk, reggae, entre outros. As escolhas musicais, associadas à energia do intérprete, resultam num espectáculo de puro entretenimento.

 

A Feira de Artesanato do Estoril decorre de 1 Julho a 29 de Agosto, no recinto em frente ao Centro de Congressos.

 

Nádia Novais

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 18:44
Segunda-feira , 18 de Janeiro DE 2010

Fado a Oriente




 

Pedro Jóia é um dos guitarristas portugueses mais conhecidos. Considerando-se um músico do mediterrâneo, o guitarrista tem oferecido ao longo dos seus trabalhos releituras que vão desde o flamenco ao fado, mas que se aventuram também por outros mares como os da música brasileira e árabe.

Vencedor do Prémio Carlos Paredes 2008 pelo seu magnífico trabalho em À Espera de Armandinho, sobe agora ao palco do Museu do Oriente num concerto a solo, para apresentar um conjunto de obras para guitarra que percorrem diferentes universos musicais ao longo dos últimos anos.

Fica a sugestão para o próximo fim-de-semana, dia 23, 21h30, a não perder!

 

 

Isabel Carriço

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 15:02
Segunda-feira , 04 de Janeiro DE 2010

E que tal uma mistura de jazz e bossa nova…



 

Chama-se Adriana Miki, é brasileira com ascendência japonesa e está radicada em Portugal. “Sashimiki” é o nome do disco que dá o mote a um espectáculo no Museu do Oriente, numa combinação eclética entre o jazz e a bossa nova.

 

Fica a sugestão musical  para a próxima sexta-feira, dia 8 de Janeiro, 21h30, a não perder…
 


Isabel Carriço

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 16:42
Quarta-feira , 16 de Dezembro DE 2009

Contos inéditos de autores angolanos reunidos em livro

O nosso Radar conta hoje que o Banco Espírito Santo de Angola (Besa) prepara-se para dar mais um contributo no apoio e divulgação da cultura angolana. No âmbito do projecto BesaCultura, a instituição bancária vai lançar a obra "Contos Inéditos de Autores Angolanos", que reúne contos de autores como Arnaldo Santos, Ondjaki, Jacques dos Santos, Sónia Gomes, entre outros.

Este é a terceira publicação lançada pelo Besa, dois anos depois do livro de homenagem aos 40 anos de carreira do artista plástico e fotógrafo Antonio Ole, um dos angolanos mais reconhecidos em todo o mundo, e do lançamento de uma obra do fotógrafo José Silva Pinto, em 2008.

 

Pedro Rio

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 18:24
Sexta-feira , 04 de Dezembro DE 2009

"Lisboa, Cidade Triste e Alegre"



 

O espaço BES Arte & Finança impõe-se cada vez mais como um local de visita obrigatória e de referência na oferta cultural da cidade de Lisboa.

 

Dia 10 de Dezembro, a partir das 19h30, acolhe o lançamento da nova edição do livro "Lisboa, Cidade Triste e Alegre", dos fotógrafos Victor Palla e Costa Martins, uma iniciativa que assinala meio século desde a primeira edição deste livro, uma referência internacional do género.

 

A reedição, muito aguardada desde que o livro figurou no "The Photobook: a History, Vol.1", de Gerry Badger e Martin Parr, acontece pela mão de outra dupla de fotógrafos, José Pedro Cortes e André Príncipe.

 

A entrada é gratuita.

 

 

 Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 17:33
Sexta-feira , 27 de Novembro DE 2009

Adeus Portugal

Dia 4 de Dezembro, a partir das 18h30, no espaço BES Arte & Finança.


Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:24
Terça-feira , 17 de Novembro DE 2009

O Pensador

A edição da passada sexta-feira do jornal O País vem com um caderno especial dedicado aos 34 anos da independência de Angola. Entre referências históricas e uma análise ao que mudou substancialmente naquele país, encontra-se também a referência a ícones da Cultura na luta pela independência, com a imagem d’O Pensador no topo da página, ladeado pelo nosso conhecido Bonga [Mariquinha, vem comigo para Angola!] e outros vultos da música angolana.

O Pensador atrai particularmente. É uma estatueta emblemática da cultura angolana, elegante e carregada de significados. Leva-nos a perguntar quantas vezes paramos para pensar. Pensar na Vida mas também pensar no nosso trabalho. Realmente pensar. Hum… Podíamos dizer que quem passa oito horas por dia de nariz espetado no ecrã do computador não deve ter muitas ideias, não pensa sobre as coisas. Sabemos lá. Cada um pensa como quer e onde quer. Há quem consiga pensar em complexas estratégias e fazer muitas outras coisas ao mesmo tempo, segundo dizem. Outros precisam do café, da música de eleição ou do pára-arranca num IC qualquer coisa.

Depois há mesmo quem prefira fazer como O Pensador. Pôr a cabeça entre as mãos ou levar o punho ao queixo, à la Rodin, semicerrar os olhos, às vezes disparar um ou dois estalar de dedos, à procura da solução.

Tantas formas e maneiras e feitios e contextos para pensar e, por acaso, já pensaram hoje?

 
 

Ana Martins

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 16:21
Quinta-feira , 24 de Setembro DE 2009

Caminhos da cultura



Em articulação com o programa “Sintra Capital do Romantismo”, a Câmara Municipal de Sintra apresenta amanhã o livro “Sintra: Caminhos da Cultura – O Outro Lado do Património”.

Um roteiro com algumas sugestões de percursos para promoção do património histórico, arquitectónico, artístico, cultural, natural e paisagístico de Sintra.

Fica a sugestão para os que acreditam que a leitura é uma actividade básica na formação cultural da pessoa e ainda uma excelente actividade de lazer.
 


Isabel Carriço
 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 16:30
Terça-feira , 28 de Julho DE 2009

Não só não estamos de férias...

... como vamos hoje à inauguração do FUSO - Anual de Vídeo Arte Internacional de Lisboa, a partir das 19 horas, no espaço BES Arte & Finança.

 

Programado pelo director do Museu Colecção Berardo, Jean-François Chougnet, e Elsa Aleluia, com a associação de outros reconhecidos programadores de vídeo-arte, como Sérgio Edelsztein, Alain Fleischer, Dominique Païni e Tom Van Vliet, o FUSO apresenta obras raramente exibidas em Portugal.

 

Até 31 de Agosto, passam, neste espaço do Marquês de Pombal, vídeos de autores portugueses, como Helena Almeida, Filipa César, Pedro Barateiro ou João Onofre. A entrada é gratuita.



 

Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 12:42
Como contratar uma Agência de Comunicação

arquivo

subscrever feeds

tags

Contactos

LPMCOM

Lugares Mesmo Sociais

Facebook Lugares Mesmo Comuns Twitter Lugares Mesmo Comuns
 
Youtube Lugares Mesmo Comuns Flickr Lugares Mesmo Comuns