Terça-feira , 01 de Junho DE 2010

Em tempo de crise… ainda se investe nas boas práticas socialmente responsáveis

O GRACE – Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial apresenta amanhã, às 11h30, na Embaixada do Reino Unido, o Prémio GRACE de Investigação em Responsabilidade Social Empresarial. Este prémio visa distinguir e divulgar projectos de investigação académica inovadores na área da Responsabilidade Social Empresarial, que sejam desenvolvidos em instituições de ensino superior, públicas ou privadas, por estudantes de pós-graduações, mestrados e doutoramentos.

Esta é mais uma prova da procura constante do GRACE em promover os princípios em que se baseia a Responsabilidade Social Empresarial, através da divulgação de projectos empreendedores e inovadores, e que se possam aplicar, na prática, ao tecido empresarial português.


 

 Teresa Nunes

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 12:25
Quarta-feira , 20 de Janeiro DE 2010

Good news

“The recession has increased corporate demand for PR, analysts say, and enhanced the industry’s status. “We used to be the tail on the dog,” says Richard Edelman, the boss of Edelman, the world’s biggest independent PR firm. But now, he continues, PR is “the organising principle” behind many business decisions.

PR impact, in the form of favourable coverage in the media or online, can also be more easily measured. Moreover, PR firms are beginning to encroach on territory that used to be the domain of the advertising firms, a sign of their increasing clout.”

 

in The Economist

Catarina Vasconcelos

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 18:29
Terça-feira , 19 de Janeiro DE 2010

As empresas portuguesas estão mais sustentáveis, os nossos clientes estão de parabéns!

 



 

Uma estratégia de Sustentabilidade definida, definição de códigos de conduta ética e maior implementação de sistemas de gestão social. Em todos estes aspectos algumas das principais empresas portuguesas parecem estar a ganhar pontos e a tornar-se cada vez mais sustentáveis, conclui um estudo realizado pela AESE (Escola de Direcção e Negócios) e pela consultora PricewaterhouseCoopers (PwC), segundo a edição de hoje do Público.

 

As conclusões decorrem da análise das três edições do Prémio Cidadania das Empresas e Organizações. Este ano, entre os vencedores, contam-se três clientes LPM: Banco Espírito Santo, Carris e AXA. A mostrar que uma empresa com bons resultados e índices de sucesso pode (deve) ser também responsável na sua actuação, e contribuir para o desenvolvimento da comunidade em que está inserida.

 
Além disso, a comunicação na área da Sustentabilidade tem apetência mediática, por ser mais atractiva que outros assuntos da actividade da empresa, com a enorme vantagem de criar facilmente percepções positivas para as marcas, falando a clientes e potenciais clientes, alargando os seus públicos, fomentando good will entre os vários stakeholders.

 

Recentemente, um estudo da APAN dava conta que mais de metade dos inquiridos considerava importante estar atento aos comportamentos das empresas ao nível da Sustentabilidade, demonstrando que os cidadãos estão expectantes em relação ao comportamento das empresas e atentos à sua actividade.
 

O posicionamento, a notoriedade e  a credibilidade das empresas e marcas joga-se cada vez mais aqui. E os nossos clientes estão atentos.


Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 10:45
Segunda-feira , 23 de Novembro DE 2009

Inovação made in Portugal premiada hoje em Lisboa

O BES voltou hoje a premiar o melhor da inovação em Portugal. Este ano, o grande vencedor do Concurso Nacional de Inovação foi um novo sistema informático que monitoriza os sinais vitais de doentes hospitalizados nos cuidados intensivos e prevê o risco de ataque cardíaco num espaço de 24 horas. Com uma alta taxa de exactidão, este software poderá ajudar os médicos a agir a tempo.  O protótipo foi desenvolvido pela Feedzai, de Coimbra, e concorreu na categoria Tecnologias de Informação e Serviços, uma das cinco possíveis, definidas pela importância estratégica que têm para a modernização da economia portuguesa e do tecido empresarial.


Pela sala cheia, esta manhã, no BES Arte & Finança, pela quantidade de projectos a concurso em cinco anos (862 candidaturas, de norte a sul do país) e pela qualidade dos premiados (a grande maioria a preparar a entrada no mercado e outros, até, a sua internacionalização) é caso para dizer que a inovação made in Portugal existe, e tem apoio do BES.


Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 14:46
Quarta-feira , 18 de Novembro DE 2009

Sim, sim, é bom é



 

A diferença entre aquilo que se diz e aquilo que efectivamente se pensa pode ser, como todos sabemos, enorme.

 

Até agora, a ironia não era entendida por um computador. Sim, até agora, porque há cada vez mais empresas empenhadas no desenvolvimento de  software que permita distinguir o que as pessoas dizem daquilo que elas querem dizer - o significado emocional do que escrevem.

 

Por norma, os computadores não são capazes de compreender o significado de uma palavra quando esse signiicado se perde fora do contexto. A ferramenta ajudaria as empresas a identificar clientes insatisfeitos, podendo ainda ser utilizada por agências governamentais para identificar indivíduos potencialmente perigosos a partir de posts on line.  

 

Pois é, têm os dias contados os nossos "sim, sim é bom é" escritos furiosamente nas páginas de comentários do site daquele creme que nos prometia umas pernas iguais à da Gisele Bundchen e que, vai-se a ver, o máximo que nos deixou foi uma nódoa nas calças.

 

Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 17:42
Terça-feira , 17 de Novembro DE 2009

What a conviction!

No The Economist : “Nespresso, is one of the Nestlé’s fastest-growing products”. A sua tecnologia começou a ser desenvolvida em 1970, só foi posto à venda na década de 80 e o negócio deu prejuízo durante 10 anos! Actualmente, as vendas registam um crescimento anual de 30 por cento. 

“It was 20 years of conviction that got us there.”, lê-se...
 


Catarina Vasconcelos

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 15:35
Sexta-feira , 15 de Maio DE 2009

Lugares cada vez mais comuns

Em dia de revisão em baixa dos números do PIB, fala-se no que despoletou a recessão e ocorre-me que esta é também uma crise de Comunicação. Um pouco por todo o mundo os gestores das grandes corporações financeiras – e não só - não conseguiram passar a mensagem aos seus accionistas de que não é razoável esperar crescimentos de “double-digit” ano após ano. E se não houver agora um esforço para perceber a origem da falha, o mesmo problema comunicacional tende a repetir-se em ciclos de oito anos.




João Belo

 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 16:03
Quarta-feira , 06 de Maio DE 2009

Empresas portuguesas de sucesso em terras de "nuestros hermanos"

A Câmara Hispano Portuguesa vai distinguir, no dia 20 de Maio, a Galp e a José de Mello Saúde, no âmbito dos seus prémios anuais, destinados a distinguir o trabalho desenvolvido por empresas portuguesas estabelecidas em Espanha e de empresas espanholas estabelecidas em Portugal.

 

Após uma consulta aos seus associados, a Câmara Hispano Portuguesa decidiu distinguir a Galp com o Prémio Mérito Empresarial - Empresa Portuguesa em Espanha, enquanto que a José de Mello Saúde receberá o galardão para a Melhor Empresa Portuguesa estabelecida em Espanha.



Pedro Rio 
 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 18:16
Segunda-feira , 27 de Abril DE 2009

Marcas: Oportunidades em tempo de crise!

A crise não chega a todas as áreas de consumo da mesma forma e há umas que podem ser mais afectadas que outras. Perante um cenário destes, as marcas necessitam conhecer a realidade actual e delinear estratégias de marketing  e comunicação em função da mesma. Vejamos como está o consumo em tempos difíceis:
 

Segundo o Radar Crisis, da GfK Metris, as categorias mais afectadas incluem o consumo energético, combustíveis, gastos com chamadas de telemóvel, roupa/calçado e idas ao restaurante. No entanto, a forma de redução nos gastos não é igual para todas. As idas ao restaurante são a categoria onde uma maior percentagem de portugueses admite cortar totalmente nos custos. O mesmo não se pode dizer em relação aos gastos com chamadas de telemóvel. É para cortar sim, mas com moderação! Quanto à redução no consumo de energia e combustíveis, embora se admita que é necessário, prevalece a ideia de que tal não será possível. Há, depois, outras categorias que estão imunes ao estado actual da economia, por considerarmos essenciais na nossa vida. São elas o consumo de televisão e de Internet. Os bens de primeira necessidade ligados à alimentação e à higiene também ficam à margem da crise. Há produtos, como os cereais de pequeno-almoço e o vinho, que continuarão a marcar lugar na despensa dos portugueses. Quanto à roupa e calçado a opção passa pela compra de marcas mais baratas.

 

E como as empresas também estão a reduzir custos, este Radar da GfK Metris chega na altura certa! A recolha da informação é feita de uma só vez e 70 por cento dos dados são partilhados pelas várias empresas interessadas. Logo, têm preços mais reduzidos! Quem disse que não é possível criar novos produtos para fazer face à crise e continuar atento ao mercado? 

 

Carla Bulhões

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 20:00

O Papel do Google

O Google é a página principal e oficial de qualquer empresa. Para o provar, fica o desafio: peçam a um amigo para ir ao site de uma multinacional X, Y ou Z que o mesmo, provavelmente, nunca tenha visitado. Algo que seria tão simples como X.com ou Y.pt foi automaticamente e inconscientemente substituído por uma pesquisa googliana. O Google já não é só o motor de busca mais potente e eficaz do planeta. É também uma ferramenta cujo controlo e monitorização de resultados de pesquisa é fundamental para o sucesso de qualquer empresa. Valerá ainda a pena apostar apenas na divulgação de um endereço de um site com objectivos meramente institucionais? A resposta parece óbvia.

 

“Penso, logo desisto e vou ao Google” (René Descartes adaptado por Carlos Reis)


Carlos Reis

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:16
Como contratar uma Agência de Comunicação

arquivo

subscrever feeds

tags

Contactos

LPMCOM

Lugares Mesmo Sociais

Facebook Lugares Mesmo Comuns Twitter Lugares Mesmo Comuns
 
Youtube Lugares Mesmo Comuns Flickr Lugares Mesmo Comuns