Quinta-feira , 18 de Novembro DE 2010

O Calimero é amigo da Pocahontas, o Sport Billy gosta do comentário da Candy, Candy

Por estes dias tem sido assim no Facebook. A ideia, segundo consta, foi de um jornalista da RTP que desafiou à lembrança dos nossos heróis de infância. A adesão é certamente um case study para as marcas e para nós que trabalhamos com elas.

 

 

 

 Sandra Silva

 

 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 10:33
Segunda-feira , 15 de Novembro DE 2010

100 mil fãs, 100 mil músicas

A Super Bock atingiu os 100 mil fãs na sua página oficial no Facebook e para comemorar oferece aos fãs 100 mil músicas para download gratuito. Para ganhar, basta ser fã e clicar numa das caricas, aqui.


Com a Super Bock… manda vir mais!

 
Patrícia Afonso

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:20
Terça-feira , 26 de Outubro DE 2010

Ainda o efeito Obama(?)

Os EUA lideram o mundo em termos de imagem global, pelo segundo ano consecutivo, de acordo com o Nation Brands Index (NBI), da GfK Custom Research América do Norte. A análise, que mediu a popularidade,  como marca, de 50 países, revela bem os efeitos que a crise tem no marketing.

 

Daí que os países da Sul da Europa tenham sido os mais afectados: Espanha deixou o top ten, Itália foi ultrapassada pelo Canadá e França foi ultrapassada pela Alemanha. Já os EUA, explica Simon Anholt, fundador do NBI, "deram em 2009 um salto significante na sua posição, passando para nação de topo, estimulados pela eleição do Presidente Obama".

 

O que não deixa de ser curioso, até porque a denominada crise do subprime começou nos Estados Unidos, onde colossos e emblemas do sistema financeiro mundial, como o Lehman Brothers ou o Bear Stearns, colapsaram. Onde o desemprego disparou, o valor das hipotecas também, onde há uma franja imensa da população que não tem acesso ao ensino superior ou a cuidados de saúde básicos.

 

Nos países, como nas marcas, é tudo uma questão de posicionamento? De liderança, reputação, influência, imagem, good speech e merchandising?


 Sandra Silva

tags:
publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:26
Quarta-feira , 07 de Abril DE 2010

A força da marca

No estrangeiro, à falta de SIC Notícias, vejo CNN. No sábado lançou-se o iPad, o novo brinquedo da Apple. Na fila de dias para a compra, todos diziam já adorar o novo gadget mas poucos sabiam ao certo o que fazia e nenhum lhe tinha ainda tocado. Tinha sido apresentado por Steve Jobs e tinha uma maçã. Bastava.



 Francisco Reis

tags: , ,
publicado por Lugares Mesmo Comuns às 14:03
Quinta-feira , 25 de Março DE 2010

Choose good brands… change brands for good!

Registem-se e enviem os vossos karmas. Eu já fiz a minha parte... e sem querer ser faccioso (aqui que ninguém nos ouve) a marca desportiva que equipa a Selecção Nacional, dá o baile à concorrência!

 


Gonçalo Santos

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:51
Quarta-feira , 03 de Março DE 2010

Nós Confiamos

O Centrum® faz parte da vida da maior parte de nós. Quem não conhece alguém que tenha uma caixinha destas vitaminas e minerais em casa?

Esta marca acaba de ser eleita, pelo 10.º ano consecutivo, como “Marca de Confiança”, na categoria “Vitaminas”, por 74 por cento dos portugueses, de acordo com o estudo European Trusted Brands, das Selecções Reader´s Digest.

Desde a realização do primeiro estudo, em 2001, Centrum® tem assumido a liderança enquanto “Marca de Confiança” nesta categoria, com 18 por cento dos votos iniciais, tendo este ano atingido quase três quartos das preferências dos inquiridos.

 

Catarina Carneiro

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 16:37
Terça-feira , 02 de Fevereiro DE 2010

Greater than life

Há coisas que são, efectivamente, maiores que a vida. Capazes de resistir à mudança, contornam o passar do tempo com uma agilidade impressionante, ultrapassam modas passageiras, sobrevivem aos homens que as criaram.

Se transpusermos a ideia para as marcas, que marcas são greater than life?

 

Na edição de hoje do Jornal de Negócios, Paulo Gonçalves Marcos, autor do livro "Marketing Vencedor - Empresas que venceram a crise e bateram a concorrência" elege a Igreja Católica Apostólica Romana como a marca que maior sensação de identidade e pertença confere aos seus fiéis consumidores.
 

Incontestável.

Em segundo lugar, a Coca-Cola. Curioso? Talvez  não, se nos lembrarmos de todas as referências a esta marca e a forma como se tornou parte da identidade cultural de um país, adequando-se a cada contexto histórico. O nosso colega Pedro Tavares, está, portanto, muito próximo do papel de missionário...  

 

De destacar ainda as referências à McDonald's, uma das marcas que ganhou com a crise e outro exemplo de longevidade que vai resistir aos tempos, e ao BES, que, no contexto económico actual, se constituiu como um pilar de segurança, e cuja relevância, muito provavelmente, se irá perpetuar por gerações.

Um líder de mercado com futuro também é feito de história.


Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:37
Quarta-feira , 20 de Janeiro DE 2010

It's toasted

Num dos primeiros episódios da Mad Men, colocava-se a questão de como ultrapassar um problema grave e real de segurança, credibilidade, que afecta o nosso cliente mas também a concorrência. O que dizer para manter (aumentar) as vendas e contrariar a percepção negativa, uma atitude de rejeição, por parte da opinião pública? Assumindo a culpa,  o perigo, desvalorizando o problema?..

 

É mesmo possível reverter o cenário a nosso favor e transformar uma ameaça na maior oportunidade publicitária/de comunicação de sempre? A fórmula, pelo menos segundo Don Draper: romper o silêncio, marcar a diferença, e conquistar território para a marca com uma mensagem. Uma mensagem de felicidade, que tranquiliza o cliente/consumidor.  

Everybody elses tobacco is poisonous. Lucky Strike... is toasted.


Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:50
Terça-feira , 19 de Janeiro DE 2010

As empresas portuguesas estão mais sustentáveis, os nossos clientes estão de parabéns!

 



 

Uma estratégia de Sustentabilidade definida, definição de códigos de conduta ética e maior implementação de sistemas de gestão social. Em todos estes aspectos algumas das principais empresas portuguesas parecem estar a ganhar pontos e a tornar-se cada vez mais sustentáveis, conclui um estudo realizado pela AESE (Escola de Direcção e Negócios) e pela consultora PricewaterhouseCoopers (PwC), segundo a edição de hoje do Público.

 

As conclusões decorrem da análise das três edições do Prémio Cidadania das Empresas e Organizações. Este ano, entre os vencedores, contam-se três clientes LPM: Banco Espírito Santo, Carris e AXA. A mostrar que uma empresa com bons resultados e índices de sucesso pode (deve) ser também responsável na sua actuação, e contribuir para o desenvolvimento da comunidade em que está inserida.

 
Além disso, a comunicação na área da Sustentabilidade tem apetência mediática, por ser mais atractiva que outros assuntos da actividade da empresa, com a enorme vantagem de criar facilmente percepções positivas para as marcas, falando a clientes e potenciais clientes, alargando os seus públicos, fomentando good will entre os vários stakeholders.

 

Recentemente, um estudo da APAN dava conta que mais de metade dos inquiridos considerava importante estar atento aos comportamentos das empresas ao nível da Sustentabilidade, demonstrando que os cidadãos estão expectantes em relação ao comportamento das empresas e atentos à sua actividade.
 

O posicionamento, a notoriedade e  a credibilidade das empresas e marcas joga-se cada vez mais aqui. E os nossos clientes estão atentos.


Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 10:45
Segunda-feira , 28 de Dezembro DE 2009

Quem não se lembra do primeiro?

 

Depois deste, não podíamos deixar de lembrar o nosso lançamento do Surf...
 



Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 12:03
Como contratar uma Agência de Comunicação

arquivo

subscrever feeds

tags

Contactos

LPMCOM

Lugares Mesmo Sociais

Facebook Lugares Mesmo Comuns Twitter Lugares Mesmo Comuns
 
Youtube Lugares Mesmo Comuns Flickr Lugares Mesmo Comuns