Terça-feira , 19 de Janeiro DE 2010

Obama também twitta

Depois de fazer história como o primeiro presidente negro nos EUA, Obama volta a inovar sendo o primeiro governante americano a enviar um tweet. O presidente pode ser seguido em @BarackObama, contudo, a estreia aconteceu na página da RedCross, no âmbito da visita oficial ao Haiti.

 



Resta esperar para ver se lhe irá "tomar o gosto" e suplantar o "twitterguru", Ashton Kutcher mas, face aos 3 milhões de seguidores, podemos concluir que está no bom caminho.

 

Será que a imagem abaixo se vai tornar realidade?..






Vanessa Correia Marques 

 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 18:24
Quinta-feira , 03 de Dezembro DE 2009

Longe da lista, longe do coração



 

A ler, hoje, no caderno P2 do Público uma reportagem sobre as novas definições de amizade e amigo criadas pelas redes sociais, mais concretamente o Facebook.

Isto a propósito da entrada, em Novembro, da palavra unfriend no New Oxford American Dictionary. Foi, aliás, escolhida como a palavra do ano: unfriend, o verbo desamigar, que significa retirar alguém de uma rede social da Internet, abolindo o seu estatuto de "amigo".

E percebe-se a importância do conceito. Quando conhecemos alguém que não queremos encontrar, evitamos cruzar o olhar com ela. Em espaços públicos comuns, fazemos por evitar passar por determinado sítio. No caso do Facebook, a única coisa que nos liga a essas pessoas é estarem associadas à nossa listagem de contactos.

É, por isso, mais rápido desfazermos o relacionamento. Nada de fitas. Nada de olhos nos olhos. Nada de choradeira ou pedidos de explicação. Um click e acabou.

 

 

 

 Sandra Silva

 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:10
Quinta-feira , 29 de Outubro DE 2009

Ainda há almoços “grátis”

Porque nem toda a formação tem que significar um rombo extra na carteira, a Social Media Today organiza, frequentemente, webinars que podem ser acedidos gratuitamente. Fica a sugestão do próximo, a realizar dia quatro de Novembro, sobre a importância da integração entre marketing e relações públicas.
 


Vanessa Correia Marques

 
publicado por Lugares Mesmo Comuns às 16:24
Quarta-feira , 28 de Outubro DE 2009

Que plataformas sociais são adequadas à sua marca? A resposta no dia 26 de Janeiro, em Londres




 

A PR Week está a promover a Conferência “Social Media in Practice”, a ter lugar no Hurlingham Club, em Londres, no dia 26 de Janeiro do próximo ano. O principal objectivo é compreender como integrar os canais adequados e as plataformas sociais certas numa estratégia de Relações Públicas, visando a optimização de resultados.

Malta de gabarito compõe o painel de oradores, cabendo a Marshall Manson, Candace Kuss e Alex Pearmain, respectivamente da Edelman, Hill&Knowlton e Fishburn Hedges, representar o lado das agências, liderando a sessão Ask The Experts What Not To Do In Social Media: Brand Surgery Tips & Tricks.

Para quem quer e para quem pode – no mínimo são £529 – informações e inscrição aqui.


Ana Martins

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 15:28
Sexta-feira , 23 de Outubro DE 2009

Google is (really) watching you

A Google acaba de anunciar o seu mais recente motor de busca, o Google Social Search. Apresentado na Web 2.0 Summit, em São Francisco, por Marissa Mayer, vice-presidente para a área de produtos de busca e experiência dos utilizadores, a nova ferramenta vai permitir aos utilizadores integrar conteúdo produzido pelos seus amigos e contactos tendo por base as redes sociais.

 

Com lançamento ainda sem data, mas previsto para as próximas semanas, irá funcionar através da interligação com o perfil do utilizador no Google mediante informação aí partilhada sobre as redes sociais onde está inscrito, listagem de contactos e blogs.

 

Ao efectuarmos uma pesquisa sobre determinado tema, passaríamos a ter acesso, por exemplo, às actualizações de estado, fotografias partilhadas no Flickr ou sites do digg.  

 

Por aqui, ficaremos a aguardar com grande expectativa que se abra mais uma caixa de Pandora...

 

 


Vanessa Correia Marques

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 10:14
Quinta-feira , 22 de Outubro DE 2009

A Guerra dos Cérebros

Já que o final do dia (e o fim-de-semana) se aproximam, porque não experimentar um trivial pursuit em versão "guerra dos sexos" a fazer lembrar os joguinhos do mordillo no photoplay?

 

Fica o desafio: uma vez que não temos a mesa de pingue-pongue, podemos fazer um “joguinho amigável” boys vs girls aqui na LPM.

Inspirem-se:


Vanessa Correia Marques

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 18:16
Sexta-feira , 17 de Julho DE 2009

Influenciar quem de facto influencia


Como agência de comunicação, trabalhamos todos os dias para este objectivo: influenciar o máximo de pessoas com influência na actividade dos nossos clientes para aumentar a visibilidade e notoriedade  da marca. Só assim há mais vendas, mais lucro, mais receitas.

 

A questão que se coloca actualmente é a de saber se, apesar dos nossos esforços, estamos a actuar sobre as pessoas certas. Como questiona o bitemarks: estaremos a conseguir actuar com qualidade? Estaremos mesmo a influenciar quem influencia?

 

Uma das dificuldades na percepção deste trabalho, e dos seus resultados, reside no facto de ser difícil (senão quase impossível) identificar e contabilizar quem efectivamente  influencia a decisão do consumidor/cliente. Ou seja, as pessoas tomam decisões a partir de outras pessoas, que as informam e aconselham. Logo, quem nos influencia não são as empresas, as associações ou as instituições, mas apenas outras pessoas.

 

Perceber que as pessoas mais influentes não são necessariamente a imprensa ou os analistas vai permitir-nos pensar fora da caixa e centrar os nossos esforços naqueles que têm o maior poder de influenciar, quer sejam amigos, família, celebridades, professores ou políticos.

 

Os social media e a expansão dos novos canais de comunicação on line mudaram (estão a mudar) a forma como as pessoas tomam decisões. Quem não usou já o mural do seu Facebook para pedir conselhos sobre os restaurantes a visitar num fim de semana fora, para pedir um contacto, para recolher opiniões sobre um novo modelo de telemóvel ou para convidar os amigos para um evento em que está a trabalhar?

 

A questão está em saber o que devemos fazer com estes novos media, como aproveitar as suas potencialidades, até porque a maioria das estratégias de comunicação continuam a focar-se em demasia nos meios tradicionais. Um desperdício não vos parece?


 

Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:14
Segunda-feira , 01 de Junho DE 2009

Um bom exemplo

Que a forma de comunicar e, por consequência, a forma de informar estão a mudar ninguém duvida. O que muitas vezes se discute é o pleno aproveitamento dos social media, em particular por parte dos tradicionais emissores de notícias: televisão, rádio e imprensa. Para ler aqui, o elogio do especialista  Paulo Querido ao Dossiê Eleições do jornal Público, um bom exemplo de como se pode inovar no jornalismo, retirando todos os benefícios do on line e acompanhar os media tradicionais, mas também as novas fontes de informação. Blogosfera, twitter, facebook são plataformas que já ninguém pode descurar ou relegar para segundo plano quando se fala em comunicação/informação e se pretende acompanhar tendências. O que ganha força redobrada no acompanhamento de uma campanha eleitoral.  E nem o público foi esquecido, reforçando a ideia de que a informação do futuro é forte, imagética, concisa, em constante actualização, mas, acima de tudo, interactiva.

  


Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 18:34
Terça-feira , 28 de Abril DE 2009

“I” viva la revolución!

O novo diário português, “i”,  vai estar nas bancas no próximo dia 7 de Maio . Com uma forte campanha on-line, o jornal do Grupo Lena promete apostar no multimédia e marcar presençar nos social media, podendo ser seguido via twitter ou acompanhado no Facebook . “I” enquanto esperamos para saber o que irá “ mudar” no panorama da imprensa nacional, fica a campanha televisiva:
 



 


   Vanessa Correia Marques

 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 16:05
Sexta-feira , 24 de Abril DE 2009

Facebook, o alter ego

São cada vez mais as pessoas com uma página no Facebook. O Lugares Mesmo Comuns, acabado de nascer, também já está nesta rede, com milhões de utilizadores em todo o mundo. A Time brinca esta semana com o assunto, apresentando uma lista das dez coisas que não se deve fazer no Facebook. Isto se não se quiser ser “odiado”… Estar nesta comunidade já se tornou numa rotina diária para muitos de nós. E, como em todas as comunidades, existem regras de e-tiqueta, que são para cumprir. Mas será que todos prestam atenção à lista, e às regras de conduta on line, ou a maioria prefere continuar apenas a querer saber se tem características de Maria Antonieta, se nasceu para trabalhar em Wall Street, ou se tem o perfil de líder político de Obama?..


 

Teresa Nunes

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 11:14
Como contratar uma Agência de Comunicação

arquivo

subscrever feeds

tags

Contactos

LPMCOM

Lugares Mesmo Sociais

Facebook Lugares Mesmo Comuns Twitter Lugares Mesmo Comuns
 
Youtube Lugares Mesmo Comuns Flickr Lugares Mesmo Comuns