O comportamento digital dos eurodeputados

Um estudo da Fleishman Hillard, sobre o comportamento digital dos eurodeputados, realizado durante o mês de Abril, revela que a grande maioria não utiliza as redes sociais para comunicar. 62% dos 110 eurodeputados nunca ouviu falar nem tenciona usar o Twiter como instrumento de comunicação.  Apenas 10% consideram eficazes os vídeos online e só 24% escrevem num blog. A televisão, 69%, continua a ser o método considerado mais eficaz para comunicar com os eleitores. Entre os que utilizam as “novas ferramentas” os socialistas são os que mais destacam, seguidos pelos liberais.
 


Nuno Maia

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 17:54