Terça-feira , 15 de Setembro DE 2009

Aprender pelos livros

Na vida, depois de plantar uma árvore e fazer um filho, há que publicar pelo menos um livro. E parece que a orientação se acentua no segmento dos ex-banqueiros com a reputação em quebra. Nos últimos meses, três casos idênticos. Avaliando os resultados, não vejo que seja grande estratégia de comunicação.

 

João Belo

tags: ,
publicado por Lugares Mesmo Comuns às 10:37
Terça-feira , 09 de Junho DE 2009

O meu banco dá-me férias. E o vosso?

Os clientes do Banco Espírito Santo que subscreverem determinandos produtos bancários até ao final de Julho vão poder ganhar dias de férias, no âmbito da nova campanha de Verão do banco que arranca hoje. Sob o mote “Bom bom era um banco dar férias”, a campanha reforça as vantagens de ter conta no BES, que agora se estendem à possibilidade de viver, gratuitamente, momentos de evasão e merecido descanso.

 

Num contexto de maior contenção económica das famílias, em que o orçamento para férias é frequentemente sacrificado, o BES oferece estadias para duas pessoas nos hotéis Tivoli de Coimbra, Sintra, Lagos, Carvoeiro ou Portimão, para uma, duas ou seis noites, dependendo do tipo de produto a subscrever. Quantos mais produtos o Cliente subscrever, mais dias de férias pode somar.

 

A adesão à campanha é válida até 31 de Julho de 2009 e a possibilidade de utilização dos vouchers prolonga-se até Maio de 2010, sem períodos de exclusão, podendo serem utilizados já este Verão.
 


Sandra Silva

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 12:24
Sexta-feira , 05 de Junho DE 2009

Tentativas de ataque frustradas



 

Prevejo um aumento da taxa de desemprego entre os meliantes “especializados” em ataques aos ATM, uma vez que a SIBS e os Bancos vão alargar o sistema de tintagem de notas na rede de Caixas Automáticos Multibanco. Os ataques aos ATM têm aumentado significativamente, mas a taxa de ataques concretizados diminuiu, fruto da eficácia comprovada do sistema de tintagem, combinada com a acção da Polícia Judiciária e outras forças de segurança.
 

Quando saírem da prisão, o Quinito e os seus pares vão ter a vida dificultada… Há crimes que já não compensam!

 

Carla Bulhões

 

publicado por Lugares Mesmo Comuns às 08:58

arquivo

subscrever feeds

tags